Tarte de Requeijão de Beja

19:23

Este fim de semana a minha sogra pediu-me para fazer com ela uma tarte que tinha encontrado no livro da Maria de Lurdes Modesto "Cozinha Tradicional Portuguesa". Eu adoro as receitas da Maria de Lurdes Modesto, são receitas que saiem sempre bem e são sempre um sucesso! Foi com esta magnífica senhora e com o Chef Silva que eu aprendi a cozinhar. 
Mas voltando à tarte! Nada difícil de fazer, nem a massa que é tão elástica e tão fácil de trabalhar. É tão boa que foi feita para o almoço e acabou ao lanche. Temos de fazer outra!




TARTE DE REQUEIJÃO DE BEJA
Receita retirada do livro "Cozinha Tradicional Portuguesa" da Maria de Lurdes Modesto

Ingredientes

massa:

125g de farinha
1 ovo
cerca de 50 ml de água tépida
meia colher de sopa de banha
meia colher de sopa de manteiga

recheio:

500g de requeijão
375g de açúcar
3 ovos
3 gemas
2 colheres de sopa de farinha
50g de manteiga à temperatura ambiente
1 colher de chá de canela


Começa-se por fazer a massa. Colocam-se todos os ingredientes da massa, excepto a água, numa tigela e começa-se a amassar, deitando-se a água a pouco e pouco, até a massa se descolar das mão. A massa deve ficar macia e elástica. Pode não ser preciso toda a água e caso a massa fique demasiado peganhosa, pode-se adicionar um pouco mais de farinha.
Envolve-se em película aderente e leva-se ao frigorífico a descansar durante 1 hora.

De seguida bate-se o requeijão com uma vara de arames para que fique cremoso, junta-se os restantes ingredientes do recheio e bate-se novamente. Reserva-se.

Unta-se uma tarteira alta (de preferência uma forma de cheesecake) com manteiga e polvilha-se com farinha. Estica-se a massa até ficar da grossura de uma folha de papel e forra-se a tarteira alta (o recheio vai aumentar de volume ao cozer).

Transfere-se a mistura do recheio para a tarteira e leva-se a cozer a forno pré-aquecido a 180ºC até ficar dourada (cerca de 30 minutos, mas este tempo irá variar de forno para forno). O centro deverá abanar ligeiramente como uma gelatina, ao arrefecer tornar-se-á firme. Retirar da tarteira e servir morno ou frio.

Nota: Também se podem fazer estas tartes em formas individuais (formas de queques). O tempo no forno irá ser menor.








You Might Also Like

1 comentários

  1. São dois ícones da cozinha e portuguesa! Adoro tarte de requeijão! Beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita! Partilhem a vossa opinião comigo e deixem um comentário :) Não se esqueçam de voltar!

Thanks for visiting! Share your opinion with me and leave a message :) Don't forget to come back!

Popular Posts

Arquivo