Muito Mais Do Que Trigo - Amido de Milho, chocolate quente, bolachas e outras receitas

07:20

Depois de, na semana passada, ter falado sobre a farinha de milho, percebi que há muitas pessoas que confundem a farinha de milho com o amido de milho, também conhecido por Maizena. Por consequência, faz todo o sentido ser esta a farinha a ser explorada hoje.

Para além da deliciosa papa de maizena que a minha mãe me fazia nas noites de inverno, aromatizada com casca de limão, o amido de milho é muito usado em sobremesas, bolos e em molhos.



O que é o amido de milho?

O amido de milho é um hidrato de carbono extraído do endosperma do milho. Basicamente, o milho é demolhado para retirar o centro branco, o denominado endosperma, que depois é seco e moído, dando origem ao amido de milho.

Este pó branco, leve e fino, é usado como espessante para molhos, sopas, guisados, tartes, pudins, etc. É também usado para confeccionar bolachas e bolos dando-lhes uma textura leve. É também usado para tornar os alimentos confeccionados com farinhas sem glúten, mais leves e menos densos.

O amido de milho não tem glúten, mas devem sempre verificar se não foi produzido em fábricas onde pode haver contaminação.

Quais os benefícios de consumir amido de milho?

O amido de milho não é rico em vitaminas e minerais, mas é um alimento excelente para quem necessita de aumentar o consumo de calorias de forma mais saudável, pois é uma fonte de energia e previne níveis baixos de glicémia para quem sofre de hipoglicémia nocturna.

Apesar de muitas pessoas fazerem por baixar o nível de calorias, há quem necessite aumentar o consumo de calorias para fomentar o aumento de peso de forma saudável. Uma colher de sopa de amido de milho contém cerca de 30 calorias.

Praticamente sem sabor, o amido de milho mistura-se facilmente com vários alimentos e deve ser adiionado em pequenas quantidades para que o resultado final não seja demasiado espesso.

Uma colher de sopa de amido de milho contém 8 gramas de hidratos de carbono. Os hidratos de carbono são essenciais para o bom funcionamento do organismo, garantindo o bom funcionamento das funções básicas como os batimentos cardíacos, a respiração e actividade cerebral.

O amido de milho traz benefícios para a saúde de quem necessita de controlar os baixos níveis de glicémia, especialmente durante a noite e outras doenças metabólicas relacionadas com o armazenamento de glicose no organismo. O amido de milho liberta devagar os hidratos de carbono, prevenindo picos de glicémia. (devem sempre consultar o médico antes de usar o amido de milho para este fim)

Esta farinha é pobre em proteínas e vitaminas, mas contém alguns minerais essenciais, como o fósforo, cálcio, ferro, magnésio, potássio e zinco, apesar de ser em pequenas quantidades.


Como usar o amido de milho?

Primeiro de tudo, é essencial saber que o amido de milho só deve ser misturado com líquidos frios, antes de ser adionado a líquidos quentes, para prevenir a formação de grumos. Não dá para misturar o amido de milho com água ou outro líquido quente, pois forma instantaneamente grumos difíceis de eliminar.

O amido de milho pode substituir a farinha de trigo, quando esta é usada para engrossar molhos, usando cerca de metade da quantidade que a receita pede de farinha de trigo.

Podem usar o amido de milho para cobrir a fruta que será o recheio de crumbles, dando origem a uma polpa de fruta cozida e cremosa, quase como se tivessem adicionado natas.

Cremes feitos com amido de milho não devem ser congelados, pois ao descongelar vai hazer uma separação entre o amido o líquido, dando uma textura desagradável ao creme.

O amido de milho pode ser adicionado aos bolos confeccionados com farinhas sem glúten para os tornar mais leves e menos densos. Também pode ser adicionado a bolos de farinha de trigo para conferir uma textura idêntica a um pão de ló.

O amido de milho não deve ser usado para substituir totalmente a farinha de trigo em bolos e bolachas.


CHOCOLATE QUENTE


Ingredientes (4 pax):

800ml de leite gordo
2 colheres de sopa de açúcar amarelo
2 colheres de sopa de essência de baunilha
1,5 colheres de sopa de amido de milho
1,5 colheres de sopa de cacau sem açúcar
100g de chocolate amargo
1 colher de chá de canela
2 colheres de sopa de natas

para decoração:

marshmallows

Preparação:

Mistura-se o amido de milho, a canela e o cacau com 10 colheres de sopa de leite frio. Reserva-se.

Aquece-se o restante leite com o açúcar e com a essência de baunilha.

Adiciona-se o creme de amido de milho e cacau ao leite quente e deixa-se cozinhar, mexendo com uma vara de arames, até que fique cremoso.

Retira-se do lume, junta-se o chocolate partido em pedaços e as natas e mexe-se devagar até o chocolate derreter por completo.

Servir bem quente com marshmallows.






Ingredientes:

1 e 1/4 copos de farinha de espelta integral
1/8 copo de farinha Maizena
1 colher de chá de fermento em pó
3 ovos
60ml de leite de amêndoa (sem açúcar)
100g de açúcar de coco
3/4 copos de óleo de coco (macio, sem se derreter)
raspa de 2 laranjas
sumo de meia laranja
1/2 copo de amêndoas laminadas


Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180ºC e forrar o fundo e a lateral de uma forma redonda de 20cm de diâmetro com óleo de coco e papel vegetal.

Numa tigela misturar a farinha de espelta, a farinha Maizena e o fermento em pó.

Bate-se o óleo de coco com o açúcar de coco, até se obter uma mistura cremosa. Adicionar os ovos, um de cada vez e o leite de amêndoa.

De seguida, junta-se o sumo e a raspa de laranja. Adiciona-se a mistura de farinhas e  mistura-se até estar completamente incorporada.

Transferir a massa para a forma forrada, polvilhar com a amêndoa laminada e levar ao forno durante cerca de 40 minutos, ou até ficar dourado e e palito sair seco quando espetado no centro do bolo.

Decorar com raspa de laranja e uma rodela de laranja.




Ingredientes:

200g de queijo Gorgonzola
110g de manteiga
130g de farinha
65g de maizena
1 pitada de sal
1 pitada de pimenta Caiena
40g de pistachios picados
raspa de 1 limão

Preparação:

Bater o queijo com a manteiga até se obter uma mistura cremosa e homogénea.

Adiciona-se a farinha, a maizena, a raspa de limão, os pistachios, o sal e a pimenta Caiena.

Formar um cilindro, envolver em película aderente e levar ao congelador durante 15 minutos.

Ao fim desse tempo, retirar do congelador, cortar em rodelas e colocar num tabuleiro de ir ao forno. 

Levar a forno pré-aquecido a 180ºC durante 13 minutos ou quando as bolachas estiverem douradas à volta.

À saída do forno as bolachas estarão ainda ligeiramente moles, mas ao arrefecerem irão ficar crocantes.






Ingredientes (4 pax):

275g de açúcar em pó
6 colheres de sopa de farinha Maizena
1 litro de leite
3 gemas
75g de manteiga amolecida
1 colher de sopa de café solúvel
1 vagem de baunilha
2 colheres de sopa de cacau em pó sem açúcar


Preparação:

Para a camada de café:

Misturar num tacho 90g de açúcar em pó com 2 colheres de sopa de farinha Maizena, 350ml de leite e 1 gema.

Levar ao lume e depois de levantar fervura, deixar engrossar durante 1 minuto sem nunca parar de mexer com uma vara de arames.

Retirar do calor e juntar o café e 25g de manteiga.

Misturar bem e distribuir pelos 6 copos. Levar ao frio.


Para a camada de baunilha:

Entretanto misturar num tacho 90g de açúcar em pó com 2 colheres de sopa de farinha Maizena, 300ml de leite, as sementes da vagem de baunilha e 1 gema.

Levar ao lume e depois de levantar fervura, deixar engrossar durante 1 minuto sem nunca parar de mexer com uma vara de arames.

Retirar do calor e juntar  25g de manteiga.

Misturar bem e distribuir com cuidado por cima da camada de café. Levar ao frio.


Para a camada de cacau:

Enquanto a segunda camada arrefece um pouco, misturar num tacho 95g de açúcar em pó com 2 colheres de sopa de farinha Maizena, 350ml de leite e 1 gema.

Levar ao lume e depois de levantar fervura, deixar engrossar durante 1 minuto sem nunca parar de mexer com uma vara de arames.

Retirar do calor e juntar  25g de manteiga e o cacau.

Misturar bem e distribuir com cuidado por cima da camada de baunilha, alisando a superfície. Levar ao frio durante 2 horas.




Ingredientes (8 pax):

2 colheres de sopa de farinha Maizena
1 colher cheia de cacau em pó (sem açúcar)
1 litro de leite de aveia à temperatura ambiente (ou outro leite vegetal à vossa escolha)
6 colheres de sopa de açúcar mascavado
2 embalagens de ágar-ágar da Vahiné (4 g)
1 colher de chá de canela
2 colheres de sopa de vinho do Porto
1 colher de chá de extracto de baunilha
200g de chocolate Pantagruel Stevia
raspa de 1 limão
fruta para decorar

Preparação:

Preparar tigelas, uma forma de silicone grande de pudim ou várias pequenas.

Dissolver a Maizena e o cacau num pouco de leite. Juntar o restante leite, o açúcar, o ágar-ágar, a canela, o vinho do Porto e a baunilha.

Levar a lume brando, mexendo sempre com uma vara de arames, até engrossar (não vai ficar muito grosso, mas não se preocupem porque o ágar-ágar vai tornar o pudim firme quando arrefecer).

Partir o chocolate em pedaços e juntar ao creme, bem como a raspa de limão.

Mexer bem e quando o chocolate estiver todo derretido distribuir pelas formas e levar ao frigorífico. Se utilizarem formas pequenas, vai ficar firme em menos de uma hora, mas se fizerem numa forma grande demorar umas horas a ficar firme.

Desenformar e decorar com fruta a gosto.





You Might Also Like

1 comentários

Obrigado pela visita! Partilhem a vossa opinião comigo e deixem um comentário :) Não se esqueçam de voltar!

Thanks for visiting! Share your opinion with me and leave a message :) Don't forget to come back!

Popular Posts

Arquivo