Muito Mais do Que Trigo - Farinha de Amêndoa

06:10

Tal como foi prometido na última edição de "Muito Mais do Que Trigo", eis que chega a vez da farinha de amêndoa. A gastronomia portuguesa usa muito esta farinha em doces conventuais, mas hoje em dia é também uma excelente alternativa para quem não pode consumir glúten, pois é 100% isento.



Mais à frente poderão encontrar, como habitualmente, as características nutricionais, como usar a farinha, que farinha é esta e, finalmente, receitas testadas por mim.




O QUE É A FARINHA DE AMÊNDOA?

A farinha de amêndoa é nada mais do que o resultado da moagem fina de amêndoas que foram escaldadas e posteriormente peladas. Pode ser comprada em supermercados e em lojas de produtos naturais.
Facilmente se confunde com amêndoa moída ou em pó, mas não é bem a mesma coisa. A amêndoa moída, geralmente, tem pele e é o resultado de uma moagem mais grosseira. A farinha é mais branquinha, não tem as peles da amêndoa e foi moída mais fininha, o que resulta melhor em bolos.
Podem fazer a farinha em casa, mas têm de ter em atenção que ao moerem a amêndoa não devem chegar ao ponto de manteiga de amêndoa (que é deliciosa, mas não o que se pretende) e não devem deixar aquecer demasiado. A fricção das lâminas do processador aquece as amêndoas, em particular o óleo das amêndoas e alterando a sua estrutura.


COMO DEVE USAR A FARINHA DE AMÊNDOA?

A esta altura devem estar a pensar se podem usar a amêndoa moída em vez da farinha de amêndoa. Sim, podem, mas os resultados serão ligeiramente diferentes. Os bolos serão mais densos e escuros (por causa da pele da amêndoa), poderão desfazer-se mais, mas são igualmente bons. Podem fazer uma batota e colocar a amêndoa moída no processador e triturar até ficar uma moagem mais fina (cuidado para não fazerem manteiga de amêndoa!).

Devem sempre guardar a farinha de amêndoa num recipiente hermético e no frigorífico ou no congelador, para que não ganhe sabor a ranço, que irá estragar qualquer comida que possam fazer.

Visto que é uma farinha isenta de glúten, é difícil de fazer bolos que cresçam tanto como os que são feitos com farinha de trigo. Por isso aconselho que a substituição não seja feita a 100%. Se o glúten não for um problema, podem substituir 25% da farinha de trigo pela farinha de amêndoa, o que irá conferir aos bolos e bolachas humidade e sabor (mas não se aperceberão que é amêndoa).

Para bolos feitos com uma grande percentagem de farinha de amêndoa aconselho o uso de um amido, como o amido de milho, fécula de batata ou farinha de araruta (da qual falarei para a semana), que irá tornar os bolos e bolachas ligeiramente mais leves. E se conjugarem com farinha de coco, esta irá conferir estrutura e equilibra o nível de humidade do bolo. Os ovos serão também o vosso aliado, pois irão ligar a massa, impedindo que se desfaça tanto depois de cozido.

A farinha de amêndoa pode ser usada em bolachas, cumbles, pão, waffles, brownies, muffins e para panar carne e peixe (idealmente no forno, para não queimar a farinha devido ao elevado conteúdo de óleo).


QUAIS OS BENEFÍCIOS DE CONSUMIR FARINHA DE AMÊNDOA?

Todos os dias ouvimos falar dos benefício do consumo de frutos secos e logo aí estamos a marcar pontos ao usar esta farinha na nossa alimentação.

A farinha de amêndoa é uma excelente fonte de vitamina E, vitamina B e de antioxidantes que ajuda a proteger as células de radicais livres. Contém vários minerais importantíssimos, tal como o cálcio, o fósforo, potássio, magnésio, zinco e ferro, sendo alguns deles fundamentais na prevenção da osteoporose.

Fazer uma dieta rica em gorduras monoinsaturadas, tais como as que se podem encontrar nas amêndoas, ajuda a diminuir o nível de colestrol, a baixar a tensão arterial e contribui para um sistema cardiovascular saudável.

Estudos científicos comprovam que o consumo de amêndoa ajuda a proteger o organismo contra o cancro do cólon.

Sendo uma fonte de hidratos de carbono saudáveis, dá-nos um incremento de energia necessário para aguentar uma vida activa. Sendo também bastante saciante, a farinha de amêndoa é uma aliada fundamental na perda de peso.

Ao consumir menos farinha de trigo (rica em hidratos de carbono simples), e aumentando o consumo de farinha de amêndoa (rica em hidratos de carbono complexos) será mais fácil regular a quantidade de glucose e de insulina no sangue.

Outra característica desta farinha é o seu elevado teor em fibras que promove um sistema digestivo saudável, prevenindo a obstipação e alivia os sintomas da diarreia.

Depois de tantas vantagens há que salientar alguns contras. Tal como tudo o que é de menos, o que é demais é mau, e o consumo excessivo desta farinha irá provocar excesso de peso e poderá ser tóxico para o nosso organismo. Por vezes as amêndoas podem conter glicosídeos cianogénicos, que ao ser consumido em grandes quantidades é tóxico para o ser humano. Pelo facto das amêndoas também terem ácidos gordos polinsaturados, o seu consumo excessivo pode provocar inflamação do intestino.

Consumam amêndoas e farinha de amêndoa, mas devem fazer parte de uma alimentação variada e não devem estar presentes diariamente na vossa mesa. 

E agora? Uma receita para testar esta farinha?





BOLACHAS DE AMÊNDOA E ALOÉ VERA


Estas bolachas são tão saborosas que o meu sobrinho fez questão de me dizer que as adora. Claro que fiquei tão babada que lhe prometi de imediato que faria mais. 






Ingredientes (30 bolachas):

2 copos de farinha de amêndoa
1 copo de flocos de espelta
60ml de mel
1 pitada de sal fino
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
2 ovos
1/4 de chávena de óleo de coco macio (não deve estar nem líquido, nem duro)
1 colher de chá de essência de baunilha
3 colheres de sopa de aloé vera cristalizado cortado em pedaços pequenos
3 colheres de sopa de amêndoa com pele cortada grosseiramente


Preparação:

Misturar a farinha de amêndoa, os flocos de espelta, o bicarbonato de sódio e o sal.

Noutra tigela bater os ovos com o mel, o óleo de coco, a baunilha até começar a formar uma espuma e estar tudo bem misturado.

Verte-se a mistura de ovos para a tigela com a mistura de farinha de amêndoa e mistura-se bem.

Adiciona-se o aloé vera cristalizado e a amêndoa cortada, envolve-se bem e leva-se ao frigorífico por 45 minutos.

Pré-aquecer o forno a 180ºC e forram-se dois tabuleiros grandes com papel vegetal.

Formam-se bolas e dispõem-se nos tabuleiros. Achatam-se ligeiramente as bolas de massa com a mão e leva-se ao forno durante 15 minutos, ou até estarem douradas.

Quando estiverem assadas, retiram-se as bolachas do forno e transferem-se para uma rede para arrefecerem.

Guardam-se num recipiente hermético.




BOLO DE LARANJA, AMÊNDOA E PINHÃO



Ingredientes:

2 laranjas
1 colher de chá de fermento
6 ovos
220g de açúcar em pó
240g de farinha de amêndoa
75g de farinha de trigo
50g de pinhão


Preparação:


Lavar as laranjas e cozer num tacho com água durante 1h e 30m ou até ficarem macias. Escorrer e deixar arrefecer.

Pré-aquecer o fono a 180ºC. Untar uma forma com manteiga redonda e forrar com papel vegetal.

Cortar as extremidades da laranja, cortar em quartos e descartar as sementes. Reduzir a puré junto com o fermento e reservar.

Numa tigela bater os ovos com o açúcar até se obter uma espuma fofa e homogénea.

Adicionar a farinha de amêndoa, a farinha e o puré de laranja. Mexer delicadamente até não ter grumos.

Deitar na forma, polvilhar com os pinhões e levar ao forno durante cerca de 1h.

Ao fim desse tempo, retirar do forno e polvilhar com açúcar em pó.




BOLO DE AMÊNDOA



Ingredientes:

110g de manteiga amolecida
150 g de açúcar
3 ovos
90 g de farinha de amêndoa
40 g farinha com fermento
1 colher de sopa de leite
1 colher de chá de extrato de baunilha
1 colher de sopa de amêndoa picada grosseiramente torrada para polvilhar
doce de ovos


Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar uma forma redonda de 20cm com manteiga, forrar o fundo com papel vegetal e polvilhar com farinha.

Colocar todos os ingredientes numa tigela e bater até se obter uma mistura fofa e homogénea.

Deitar esta mistura na forma e levar ao forno durante 30 minutos.

Ao fim desse tempo, retirar do forno e deixar arrefecer.

Cobrir o bolo com doce de ovos e polvilhar com a amêndoa picada grosseiramente.












You Might Also Like

1 comentários

Obrigado pela visita! Partilhem a vossa opinião comigo e deixem um comentário :) Não se esqueçam de voltar!

Thanks for visiting! Share your opinion with me and leave a message :) Don't forget to come back!

Popular Posts

Arquivo