Muito Mais Do Que Trigo - Farinha de Centeio, uma base de tarte e uma explosão de chocolate

21:23

Todos nós já comemos centeio no pão. E noutras comidas? Desde o salgado ao doce, esta farinha é muito versátil e resulta em cozinhados extremamente saborosos. Mas eu sei que nem todos gostam desta farinha. O seu sabor forte não agrada a todos, mas já experimentaram combinar farinha de centeio com chocolate? As bolachas feitas com esta farinha e chocolate ficam magníficas, pois realça o sabor do chocolate, o que as torna extremamente gulosas! (receita mais à frente!)



O que é o centeio?

O centeio é um cereal em grão, também conhecido por Secale cereale. Parece-se com o trigo, embora o grão seja mais comprido e esgui. A cor deste cereal varia entre o castanho amarelado e o verde acizentado.

O centeio era um cereal desconhecido na maioria da Europa, mas com a expansão do império Romano, aumentou o seu consumo. Contudo, com o passar dos séculos, o centeio tornou-se um cereal importante na alimentação dos europeus, pois a sua planta é resistente ao frio e consegue crescer em solos pobres.

Para os Saxões e os Vikings o centeio era um cereal muito popular. Hoje em dia a Rússia e a Polónia são os principais produtores de centeio. Apesar disso o centeio começou a ser plantado em grandes quantidades e de forma sustentável e biológica na Finlãndia, Lituania e nos Estados Unidos. Também a Alemanha e a Dinamarca são grandes consumidores deste cereal e os seus pães de centeio são bem conhecidos pela qualidade que apresentam.

Ter em atenção que o centeio tem glúten, embora tenha em menor quantidade que o trigo.


Quais os benefícios do centeio?

O centeio é um cereal muito rico em nutrientes essenciais. Contém altos níveis de proteína e fibra. Contém também um nível elevado de ferro, cálcio, zinco e vitaminas do complexo B. Para além de tudo isto é também rica em vitamina E e é uma fonte de prebióticos o que o torna uma arma importantíssima na prevenção de doenças como o cancro, a diabetes tipo 2 e doenças cardíacas.

Este cereal contém fibras solúveis que diminuem a libertação dos hidratos de carbono, por isso sentimo-nos saciados por mais tempo. Um dos benefícios de consumir centeio é o facto de depois de passar pelo intestino, produz lípidos de cadeia curtaque ajudam a fortalecer o sistema imunitário, a diminuir o colesterol e a estabilizar os níveis de açúcar no sangue.

Volto a reforçar que o centeio contém glúten, quem é sensível ao glúten deve evitar esta farinha.


Formas de usar a farinha de centeio.

O uso mais conhecido desta farinha é o fabrico de pão. Com um sabor mais forte, geralmente mais pesados do que os confeccionados com farinha de trigo, e com uma cor escura. Mas também pode ser usada em panquecas, muffins, scones, bolachas (doces ou salgadas) e bases de tartes.


Como usar a farinha de centeio?

A farinha de centeio contém glúten suficiente para se confeccionar pão sem o uso de outras farinhas, contudo resulta num pão pesado, denso, e com um sabor muito forte. Geralmente mistura-se com farinha de trigo para que fique mais leve. Eu pessoalmente misturo-a frequentemente com farinha de espelta. Podem fazer uma mistura 50/50, isto é, metade de centeio, a outra metade espelta ou trigo, tanto os pães, como os bolos ficam mais leves (principalmente se for usado trigo), o sabor fica mais suave e o pão não fica tão escuro.






BASE DE TARTE COM CENTEIO

Ingredientes:

1 copo de farinha de centeio
1 copo de farinha de espelta
1 pitada de sal fino
75g de manteiga gelada
1 gema de ovo
1 colher de café de vinagre
6 colheres de sopa de água gelada

1 copo = 250ml

Preparação:

Numa tigela larga misturam-se as farinhas com o sal.

Junta-se a manteiga gelada cortada em pedaços pequenos e trabalha-se com a ponta dos dedos até se obter uma areia.

Numa tigela pequena mistura-se a gema com o vinagre e 4 colheres de sopa de água gelada. Adiciona-se esta mistura à farinha com manteiga e amassa-se rapidamente. Juntam-se as duas restantes colheres de sopa caso seja necessário. A quantidade de água vai depender da farinha e da temperatura do ar, por isso aconselho que seja adicionada a pouco e pouco.

Amassa-se rapidamente até ficar homogénea, forma-se uma bola, cobre-se com película aderente e deixa-se repousar no frigorífico durante 30 minutos.

Aquece-se o forno a 180ºC.

Unta-se levemente a forma com manteiga e forra-se com papel vegetal (a manteiga ajuda o papel a ficar na posição certa).

Estende-se a massa numa bancada limpa e forra-se a tarteira. Pica-se o fundo com um garfo, cobre-se com papel vegetal e enche-se com feijões ou esferas de cerâmica.

Leva-se ao forno durante 15 minutos. Ao fim desse tempo retira-se o feijão e o papel vegetal que cobre a base e deixa-se assar durante mais 5 a 10 minutos, ou até ficar dourada e o fundo cozido.

Retira-se do forno e agora é rechear ao vosso gosto!

NOTA: Esta massa congela muito bem, por isso podem-na fazer e congelar antes de levar ao forno. Para isso basta amassar e fazer um disco, cobrir com película aderente e colocar dentro de um saco de congelação.






BOLACHAS DE CENTEIO E CHOCOLATE

Ingredientes (faz 40 bolachas):

200g de chocolate negro (mínimo 70% cacau)
100g de manteiga
100g de açúcar
150g de açúcar amarelo
2 ovos médios
130g de farinha de centeio
50g de cacau (sem açúcar)
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal fino
açúcar em pó

Preparação:

Derreter o chocolate com a manteiga em banho Maria. Retirar do calor e deixar arrefecer ligeiramente.

Misturar os açúcares e batem-se bem com os ovos com uma batedeira até se obter uma mistura fofa e clara (mais ou menos 3 minutos).

Junta-se o chocolate derretido e envolver bem.

Numa tigela pequena mistura-se a farinha de centeio com o cacau, o bicarbonato de sódio e o sal.

Junta-se a mistura de farinha e cacau ao creme de chocolate e envolve-se bem até deixar de haver farinha por misturar.

Tapa-se com película aderente e deixa-se repousar no frigorífico. (Este passo é essencial, pois de assarem as bolachas de imediato, estas ficam todas espalhadas no tabuleiro e não dá para comer)
Deve repousar no mínimo 2 horas.

Aquecer o forno a 180ºC e forrar dois tabuleiros grandes com papel vegetal.

Fazer bolinhas do tamanho de uma noz e passar pelo açúcar em pó. Colocar nos tabuleiros e assar durante 12 minutos se quiserem mais parecidas com um brownie, ou durante 20 minutos se as querem mais estaladiças (é como nós preferimos).

Deixar arrefecer e transferir para um recipiente hermético.



You Might Also Like

0 comentários

Obrigado pela visita! Partilhem a vossa opinião comigo e deixem um comentário :) Não se esqueçam de voltar!

Thanks for visiting! Share your opinion with me and leave a message :) Don't forget to come back!

Popular Posts

Arquivo