Muito Mais Do Que Trigo - Farinha de Alfarroba, um Bolo, Donuts e Trufas

01:31

Hoje a publicação chega mais tarde, mas não falha. Desta vez vamos falar da farinha de alfarroba. Não estava nos meus planos falar nesta farinha pois não se costuma usar para substituir a farinha de trigo. Apesar de ser usada para industrialmente como espessante para bolos e bolachas, nós em casa usamo-la como substituto do chocolate. No entanto vamos falar na mesma na farinha de alfarroba porque me foi pedido por algumas seguidoras do blog.



O que é a farinha de alfarroba?

A farinha de alfarroba provém da polpa da vagem de alfarroba que é torrada e moída. É uma farinha castanha muito semelhante ao cacau e é usada para o substituir. Das sementes também se faz farinha que é também usada na indústria como espessante, mas não aconselho a fazer em casa nem em robots de cozinha potentes, porque a semente é muito dura e pode partir as lâminas da máquinas.

Quais a propriedades nutricionais da alfarroba e seus benefícios?


A alfarroba contém um nível elevado de proteínas, vitaminas do complexo B, D e vitamina E. É rica em fibra insolúvel, contém taninos, cálcio, fósforo, antioxidantes, potássio, magnésio e selénio. A alfarroba não contém glúten, nem cafeína. Enquanto que o cacau possui cerca de 23% de gordura e 5%de açúcar, a alfarroba possui apenas 0,7% de gordura e entre 38 a 45% de açúcares.

A alfarroba é extremamente benéfica para o sistema digestivo, pois os taninos aumentam a eficácia das enzimas que regulam o processo de digestão. A alfarroba é também aconselhada para casos de diarreia, já que ajuda a espessar as fezes.

Devido à alta percentagem de fibras insolúveis, o consumo de alfarroba ajuda a diminuir os níveis de colesterol e pode ajudar a perder peso. Os antioxidantes presentes na alfarroba são importantíssimos na prevenção do cancro.

Para quem sofre de osteoporose, é muito importante consumir regularmente alfarroba pois os altos níveis de fósforo e cálcio ajudam a combater esta doença e a evitar que agrave.

A alfarroba, por ser rica em vitamina E, costuma ser aconselhada para combater constipações e gripes. Contém também propriedades anti-alérgicas, anti-sépticas e anti-bacterianas.

Como usar a farinha de alfarroba?

Tal como já disse anteriormente, esta farinha não substitui a farinha de trigo, contudo pode ser adicionada a qualquer farinha que se esteja a utilizar. Geralmente pode-se substituir na íntegra o cacau por alfarroba, mas ter em atenção que esta é mais doce.

A farinha de alfarroba combina na perfeição nos pães. bolos, bolachas, tartes, batidos e sobremesas. Não precisa de ser cozinhada para ser consumida.






BOLO DE BANANA E ALFARROBA

Ingredientes:

2 bananas bem maduras
250ml de leite de coco e amêndoa Alpro (ou outro à vossa escolha)
6 colheres de sopa de óleo de coco (no estado líquido, para isso basta aquecer um pouco no microondas)
2 colheres de sopa de linhaça moída
2 colheres de sopa de água
76g de stevia Canderel (ou 190g de açúcar amarelo)
2 chávenas de farinha de espelta
2 colheres de sopa de farinha de alfarroba
1 colher de sopa de fermento em pó para bolos
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
100g de chocolate Pantagruel Stevia cortado em pedaços pequenos

para a ganache e cobertura

100g de chocolate Pantagruel stevia
60ml de natas de coco Alpro
2 colheres de sopa de xarope de agave
amêndoas palitadas e torradas



Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180ºC e untar e polvilhar uma forma de bolo inglês.

Numa tigela grande esmagar as bananas e misturar, com a ajuda de uma vara de arames, com o leite de coco e amêndoa e o óleo de coco derretido.

Numa tigele pequenina misturar a linhaça moída com a água e deixar repousar até engrossar. Junta-se esta mistura à mistura de banana e adiciona-se a farinha, a farinha de alfarroba, o fermento e o bicarbonato de sódio. Mistura-se bem até ficar homogéneo e junta-se o chocolate partido em pedaços pequenos.

Deita-se a massa para a forma e leva-se ao forno durante 45 a 50 minutos, ou até o palito sair seco.

Para a ganache, leva-se ao lume num tacho, as natas de coco e o xarope de agave. Quando começar a ferver retira-se do lume, deita-se sobre o chocolate partido em pedaços e mexe-se até o chocolate estar derretido e a ganache estar homogénea e brilhante.

Cobre-se o bolo com a ganache e polvilha-se com a amêndoa palitada e torrada.
Apreciem sem culpas! ;-)





DONUTS DE ALFARROBA
COM COBERTURA DE MEL

Ingredientes:

100 g de farinha de trigo
100 g de farinha de trigo integral
60 g de farinha de alfarroba
140 g de açúcar amarelo
1 ½ colher de chá de fermento em pó
¼ colher de chá bicarbonato de sódio
½ colher de chá de flor de sal
150 g de leite magro
90 g de café expresso acabado de fazer
60 g de Becel líquida
70 gramas de óleo
2 ovos
1 colher de chá de baunilha

Cobertura
2 colheres de sopa de mel


Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Numa tigela misturar os ingredientes secos. Noutra tigela misturar os ingredientes líquidos.

Juntar os ingredientes líquidos aos secos e misturar (cuidado para não misturar demais).

Untar a forma que donuts com óleo em spray Espiga e encher as formas até ¾ e levar ao forno durante 8 minutos (pode variar de forno para forno).

Aquecer o mel durante 20 segundos no microondas e pincelar os donuts ainda quentes.

Polvilhar com os confettis e, se conseguirem resistir, esperar que arrefeçam :-)






TRUFAS DE AMENDOIM E ALFARROBA

Ingredientes (22 trufas):

250ml de manteiga de amendoim com pedaços
125ml de xarope de ácer
60g de farinha de alfarroba
2 colheres de sopa de farinha de coco
1 colher de chá de essência de baunilha
200g de chocolate 70% cacau
1 colher de sobremesa de óleo de coco


Preparação:

Mistura-se a manteiga de amendoim com o xarope de ácer, a alfarroba, a farinha de coco e a baunilha. A quantidade de farinha de coco pode variar de acordo com a manteiga de amendoim que usarem. Se usarem uma manteiga de amendoim podem precisar de adicionar mais farinha de coco para a mistura ficar mais grossa e se poder fazer bolinhas.

Depois de tudo misturado, leva-se ao frigorífico durante 20 minutos.

Retira-se do frigorífico e fazem-se bolinhas um pouco mais pequenas que uma noz.

Derrete-se o chocolate com o óleo de coco, e mistura-se até se obter um chocolate brilhante e cremoso.

Cobrem-se as trufas com o chocolate, colocam-se num tabuleiro forrado com papel vegetal e leva-se ao frigorífico até o chocolate solidificar.

Repete-se a operação.

Quando o chocolate estiver solidificado, guarda-se num recipiente hermético até à hora de servir.



You Might Also Like

2 comentários

  1. Nunca experimentei por isso levo as sugestões!!!bj

    ResponderEliminar
  2. Ai que maravilha! Três receitinhas fantásticas! Eu gostei de todas mas aquele bolinho é que me ficou a piscar o olho! E vou ter de o levar! Beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita! Partilhem a vossa opinião comigo e deixem um comentário :) Não se esqueçam de voltar!

Thanks for visiting! Share your opinion with me and leave a message :) Don't forget to come back!

Popular Posts

Arquivo