sexta-feira, 14 de Novembro de 2014

Waffles amanteigadas

Cá em casa adoramos waffles! Desta vez, numa tentativa de fazer algo parecido com as waffles Belgas, e depois de muito procurar, acabaram por sair esta waffles deliciosas. Têm a vantagem de se poder guardar no congelador, na eventualidade de alguma sobrar, e mais tarde descongelar e continuam perfeitas.
Amanteigadas, estaladiças nas bordas mas fofinhas no interior e mais substanciais, estas waffles são muito rápidas de fazer, apesar da massa precisar de levedar. Mas é aí que entra um pouco de planeamento e, em 5 minutos, têm tudo pronto para por no frigorífico durante a noite e na manhã seguinte é só aquecer a máquina de waffles e cozinhar. 
Não se assustem com o facto da massa precisar de levedar. Estas waffles ficam com uma massa muito cremosa e não é preciso ficar a tomar conta com medo que a massa azede ou passe do ponto. Também não precisam de amassar à mão, pois pode ser tudo batido numa batedeira ou com uma vara de arames. Sim! É mesmo fácil e delicioso!
Das fotografias que tirámos, só estas duas se aproveitam. Todas as outras ou ficaram tremidas ou, por terem sido tiradas à pressa, ficaram tremidas ou desfocadas. É que a pressa para as comer era muita! :-)




WAFFLES AMANTEIGADAS

Ingredientes:
340g de farinha sem fermento
7g de fermento de padeiro Condi
30g de açúcar
110g de manteiga derretida
500ml de leite morno
2 ovos médios
1 pitada de sal
1 colher de chá de essência de baunilha

Procedimento:

Mistura-se o leite com o fermento e deixa-se repousar  durante uns minutos (5 min) até formar espuma.
Numa tigela colocam-se os restantes ingredientes secos e misturam-se. Adiciona-se a mistura de leite e fermento, a manteiga derretida, os ovos e a baunilha. Mistura-se com uma vara de arames ou com uma batedeira (a massa vai ficar mais líquida do que seria de esperar numa massa levedada). Tapa-se com película aderente e leva-se ao frigorífico durante a noite ou durante cerca de 8 horas.
No dia seguinte aquece-se a máquina de waffles e pincela-se com um pouco de manteiga. Agora é só cozinhar as waffles de acordo com a máquina que têm. Estão prontas quando estiverem estaladiças nas bordas. Servir com mel.

segunda-feira, 10 de Novembro de 2014

Chucrute rápido

Cá em casa adoramos chucrute, mas o de compra nunca me satisfaz pois tem um sabor tão artificial, que acaba por se estragar no frasco. Há uns dias lembrei-me de quando fomos a Paris e fizemos umas sandwich com chucrute para comer enquanto passeávamos. Hmmm, que delícia! Ora, numa tentativa de recriar aquele sabor, mas sem ter de esperar dias pela fermentação da couve, não resisti a esta receita do livro "Feito em casa - Conservas".
Este chucrute é muito práctico e simples de fazer e combina perfeitamente com carne assada ou com cachorros quentes. 





CHUCRUTE RÁPIDO
Adaptado do livro "Feito em casa - Conservas", Dick and James Strawbridge, Arte Plural Edições

Ingredientes: (2 frascos médios)
1 colher de sopa de azeite
1 cebola média
1 couve branca média
300ml de vinagre
125ml de cerveja
1 colher de sopa de sal
pimenta qb

Procedimento:
Descascar a cebola e cortar em rodelas muito finas com a ajuda de uma mandolina. Cortar a couve em 4 quartos e cortar igualmente fino na mandolina.
Numa panela funda, aquecer o azeite, juntar a cebola e deixar cozinhar em lume brando até ficar translúcida e macia. Adicionar a couve, o vinagre, a cerveja e o sal. Deixar levantar fervura e, de seguida, baixar para lume brando e deixar cozinhar durante cerca de 30 minutos. Se começar a ficar seco, juntar um pouco de água.
Entretanto esterilizam-se os frascos de vidro com tampas de metal, sem defeitos e lavados em água, fervendo numa panela grande com água durante 10 minutos. Ao fim desse tempo colocar os frascos e tampas virados para baixo num tabuleiro forrado com uma pano de algodão limpo e levar ao forno pré-aquecido a 110ºC durante 10 minutos para secarem.
Transferir o chucrute acabado de fazer para os frascos e fechar de imediato. Conservar no frigorífico, depois de frios, durante 2 a 3 semanas.


sexta-feira, 7 de Novembro de 2014

Pudim de claras com ovos moles

Eu não gosto de fazer caramelo. Aliás, eu tenho medo de fazer caramelo. Quando me casei, tentei fazer um pudim para o meu querido marido comer quando chegasse a casa e acabei por fazer uma queimadura bastante dolorosa na mão. A partir daí passei sempre a comprar o caramelo. Talvez um dia volte a tentar e talvez não me queime... MAS, estou para aqui a dizer isto porque eu queria fazer um pudim para o aniversário do meu marido e não tinha caramelo em casa. Não, não o fiz, por isso procurei uma alternativa. E foi assim que fiz pela primeira vez este pudim de claras delicioso e que fica lindo numa mesa de festa. Tão simples e tão rápido de fazer, como eu adoro e que faz um sucesso! Mas passemos à receita :-)





PUDIM DE CLARAS COM OVOS MOLES
Fonte: As receitas escolhidas de Maria de Lurdes Modesto, Verbo


Ingredientes:

6 claras
6 colheres de sopa de açúcar
raspa de 1 limão
manteiga

para os ovos moles:
125g de açúcar
1/2 dl de água
6 gemas

Procedimento:

Unta-se uma forma de chaminé com manteiga e reserva-se. Aquece-se o forno a 160ºC.
Bater as claras em meio castelo e junta-se o açúcar e a raspa de limão. Bate-se mais um pouco até se obter um meregue bem firme. Deita-se o merengue na forma e leva-se ao forno durante 15 minutos.

Entretanto fazem-se os ovos moles. Ferve-se a água com o açúcar até se obter ponto de pérola. Quando atingir o ponto de pérola, retira-se do lume e deixa-se arrefecer um pouco. Colocam-se as gemas numa tigela e adiciona-se a calda de açúcar em fio, mexendo sempre e rapidamente. Leva-se a lume brando e mexe-se até engrossar. Neste ponto retira-se do lume e transfere-se para uma tigela.

Quando se retira o pudim do forno, deixa-se repousar durante 5 minutos. De seguida desenforma-se e rega-se com os ovos moles. Leva-se ao frigorífico durante 2 horas e serve-se.




domingo, 2 de Novembro de 2014

Uma massa, duas receitas - Brioche

E eis que finalmente vos trago a minha receita de brioche. Muito fofinhos e aromáticos, são óptimos para o lanche das crianças (e dos adultos também!!). É verdade que são um pouco trabalhosos de fazer, mas como faz uma grande quantidade, no fim podem sempre congelar metade para ter para mais tarde. Nos brioches que congelo, não pincelo com geleia de marmelo nem polvilho com coco. Apenas o faço para os brioches que vão ser comidos de imediato.
Como poderão ver também nas fotografias abaixo, eu também uso esta massa para fazer cinnamon rolls e ficam TÃO bons. Muito fofinhos e irresistíveis que também podem se congelados para comer mais tarde.





BRIOCHES COM COBERTURA DE COCO / CINNAMON ROLLS

Ingredientes:

600g de farinha sem fermento
100g de açúcar
25g de fermento fresco "Levital"
Raspa de meia laranja
3 ovos
125ml de leite tépido
1/2 colher de chá de flor de sal
150g de manteiga à temperatura ambiente

para a cobertura
geleia de marmelo
coco ralado


Procedimento:

Colocar a farinha, o sal, o açúcar e a raspa de laranja na tigela da batedeira. Dissolver o fermento no leite. Juntar os ovos e o leite com fermento à mistura de farinha e amassar. Enquanto amassa juntar a manteiga aos pedaços de cada vez. Amassar até a massa se soltar das paredes da tigela. Amassar durante 5 minutos à mão. Se for necessário, adicione mais farinha, e amasse até deixar de se colar às mãos. (de início a massa vai estar bastante peganhosa, mas não se assustem que depois de trabalhada 
Coloca-se a massa numa tigela, tapa-se com película aderente.
Deixa-se levedar até a massa duplicar de volume. Esta massa demora a levedar, por isso não estranhem se, dependendo da temperatura ambiente, a massa leve uma tarde a levedar.




Eu costumo dividir a massa em duas porções iguais. Uma das metades divido em 8 porções iguais, coloco num tabuleiro polvilhado com farinha e deixo repousar durante 30 a 40 minutos.
A segunda metade costumo estender na forma de rectângulo e barro com 1 colher de sopa de manteiga. Polvilho com açúcar amarelo e canela e faço um rolo. Corto em 16 fatias iguais e disponho num tabuleiro quadrado untado ligeiramente com manteiga. Deixo repousar durante 30 a 40 minutos.
No fim do tempo de repouso, e já com o forno pré-aquecido a 180ºC, levo os dois tabuleiros ao forno durante cerca de 25 minutos. A 10 minutos do fim, retiro o tabuleiro com os brioches e pincelo com a geleia de marmelo e polvilho com o coco e levo novamente ao forno. Se não quiserem ou não gostarem desta cobertura, podem pincelar os brioches com gema de ovo antes destes irem ao forno.
Ao retirar os dois tabuleiros do forno, transferem-se os brioches para uma rede para arrefecer. Pincelar os cinnamon rolls com geleia de marmelo assim que sairem do forno e deixar arrefecer.
Esta massa é muito versátil, por isso dá para fazer variadíssimas receitas, basta usar a nossa imaginação.




sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Cupcakes com cobertura de sangue de morcego

Neste regresso ao blog trago uma sugestão para este dia de Halloween que está a acabar. Confesso que não é um dia que eu aprecie, pois nada tem a ver com a nossa tradição. Não me revejo nesta tradição consumista, em que as crianças comem "toneladas" de doces. Mas tenho filhos, e a minha filhota mais nova, apesar de não gostar de se mascarar, gosta da brincadeira que o dia envolve.
Nós éramos para entrar num concurso do colégio dela e fazer uma abóbora assustadora, mas em semana de testes para ela e para o irmão, a abóbora passou para segundo plano e não se fez. Como eu sabia que ela queria fazer alguma coisas relacionada com o Halloween, acabei por lhe fazer estes cupcakes sangrentos para ela partilhar com a turma. Ela ficou entusiasmadíssima com os cupcakes e os colegas adoraram a brincadeira. 
Experimentem estes queques, mesmo sem a cobertura. São super rápidos de fazer e super simples. Para além disso são também deliciosos, principalmente com as novas pepitas de chocolate da Milka.

  





CUPCAKES COM COBERTURA DE SANGUE DE MORCEGO

Ingredientes: ( 8 cupcakes)

100g de farinha com fermento
100g de açúcar
100g de manteiga à temperatura ambiente
2 ovos
100g de pepitas de chocolate Milka
1 colher de chá de extracto de baunilha

para a cobertura:
4 colheres de sopa de açúcar em pó
água qb
1 colher de café de extracto de baunilha
insectos de açúcar para decorar
corante vermelho

Procedimento:

Forrar uma forma de queques com formas de papel e reservar. Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Colocar todos os ingredientes (excepto as pepitas de chocolate) numa tigela e bater com uma vara de arames. Adicionar as pepitas de chocolate, envolver e distribuir pelas formas.
Levar ao forno durante 20 minutos ou até ficarem dourados.

Enquanto os cupcakes arrefecem, fazer a cobertura. Numa tigela colocar o açúcar em pó, a baunilha e juntar água a pouco e pouco, até se obter um creme espesso brilhante. Adicionar o corante até se obter a tonalidade pretendida. Barrar os cupcakes com a cobertura e decorar com os insectos de açúcar.




sexta-feira, 23 de Maio de 2014

Torta de maçã e canela / Apple and cinnamon roulade

Hoje, quando abri o Facebook, deparei-me com uma receita fora do normal, mas com um aspecto delicioso! O blog é o conhecido "Receitinhas da Belinha Gulosa". E a receita em questão é a Torta de Nêsperas. Se ainda não conhecem o blog, deviam passar por lá e navegar pelas imensas receitas deliciosas e originais que a Isabel cozinha.
Mas acontece que eu não tinha nêsperas, mas tinha bastantes maçãs! Daí até fazer esta torta, foi um instante! Fiz algumas alterações à receita original, que muito agradou aos gulosos cá de casa.
Já ando a fazer planos de fazer com manga da próxima vez. Espero que resulte!

Today, when I opened my Facebook, I came across a recipe out of the ordinary, but with a delicious looking! The blog is the known "Receitinhas of Belinha Gulosa". And the recipe in question is the Loquat Roulade. If you do not know the blog, you should go there and browse through several delicious and original recipes that Isabel makes. 
But it turns out that I had not loquats, but had plenty of apples! I made some changes to the original recipe, which greatly pleased the sweet tooth of my family. 
I'm already making plans to make this roulade with mango next time. I hope that works!




TORTA DE MAÇÃ E CANELA
Fonte: Adaptado do blog "Receitinhas da Belinha Gulosa"


Ingredientes
300g de maçãs descascadas
4 ovos
200g de açúcar
100g de farinha para bolos
25g de farinha Maizena
sumo de 1/2 laranja
raspa de 1 laranja
1 colher de sopa de margarina derretida
1 colher de café de canela
2 colheres de sopa de geleia de marmelo
Açúcar e canela para polvilhar

Colocar as maçãs, o sumo de laranja, a raspa da laranja e os ovos no liquidificador e bater até ficar um creme suave.
Numa tigela colocar as farinhas, o açúcar, a canela e juntar o creme de maçã. Misturar até não haver grumos e juntar a margarina derretida.

Deitar a mistura para um tabuleiro untado e forrado com papel vegetal e novaente untado. Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante cerca de 20 minutos.

Entretanto preparar um pano limpo e polvilha-lo com açúcar e canela. Aquecer a geleia de marmelo no microondas para ficar líquida. Virar o tabuleiro com cuidado para cima do pano e pincelar o interior da torta com a geleia de marmelo. Enrolar com cuidado e deixar repousar uns minutos. Transferir com cuidado para uma travessa e polvilhar com mais açúcar e canela.




APPLE AND CINNAMON ROULADE
Source: Adapted from the blog "Receitinhas da Belinha Gulosa"


Ingredients
300g peeled apples
4 eggs
200g sugar
100g cake flour
25g of cornstarch
juice 1/2 orange
zest of 1 orange
1 tablespoon melted margarine
1 teaspoon of cinnamon
2 tablespoons quince jelly
Sugar and cinnamon for sprinkling

Place the apples, orange juice, orange zest and eggs in a blender and beat until you get a smooth cream.
In a bowl place the flour, sugar, cinnamon and add the apple mixture. Mix until there's no lumps and add the melted margarine .

Pour the mixture into a greased and lined baking sheet. Bake in a preheated oven at 180°C for about 20 minutes.

Meanwhile prepare a clean cloth and sprinkle it with sugar and cinnamon. Warm the quince jelly in the microwave to turn liquid. Flip the tray gently onto the cloth and swab the inside of the roulade with quince jelly. Carefully roll and let stand for a few minutes. Carefully transfer to a serving dish and sprinkle with more sugar and cinnamon.


quinta-feira, 22 de Maio de 2014

Língua de vaca em panela de barro / Beef tongue in terracotta pan

A pedido dos rebentos, trouxe do supermercado uma língua de vaca. Geralmente faço-a de fricassé ou guisada com tomate. Desta vez apeteceu-me variar e lembrei-me da minha velha panela de barro. Não é costume fazer língua na panela de barro, mas a comida feita no barro fica com um sabor diferente por isso valia a pena experimentar.
Foi uma experiência a repetir, pois não sobrou nada! O aroma inebriante fazia crescer água na boca e o sabor delicioso conquistou todos cá em casa!
Para além desta variação, também fiz gnocchi de espinafres para acompanhar, mas essa receita virá noutro post. 

At the request of the kids, I brought from the supermarket a beefs tongue. I usually beefs tongue fricassee or stew with tomato. This time I felt like changing the way I cook it and I remembered my old terracotta pan. It is not customary to cook the beefs tongue this way, but the food gets a different flavor so it was worth experiencing. 
It was an experience to repeat, because there's nothing left! The heady aroma was mouth watering and the delicious taste conquered all here at home!
Besides this variation, I also made spinach gnocchi as a side dish, but this recipe will come in another post.





LÍNGUA DE VACA EM PANELA DE BARRO

Ingredientes:
1 língua de vaca
1 cebola inteira
1 cenoura inteira
1/2 chouriço
6 fatias de bacon
1 cebola grande picada grosseiramente
2 cenouras cortadas em cubos
1 molho de salsa
3 folhas de louro
1 raminho de tomilho fresco
1 lata pequena de tomate
2 copos de vinho branco
1 colher de sopa de colorau
1 copo de vinho tinto
3 colheres de sopa de azeite
1/2 chávena de caldo de galinha caseiro
sal e pimenta a gosto

Começa-se por se dar um "escaldão" à língua de vaca, numa panela de pressão com água temperada com sal e pimenta, a cebola e a cenoura inteiras e 1 folha de louro, durante 20 a 30 minutos. Após esse tempo retira-se a pele da língua e retiram-se também quaisquer pedaços de gordura que possa ter e corta-se em fatias de 2 centímetros.
Colocam-se as fatias de língua num tabuleiro e temperam-se com os vinhos, o colorau, a salsa picada, o sal e pimenta, o azeite, o louro e o tomilho. Deixa-se marinar 2 horas no frigorífico.
Findo este tempo, coloca-se no fundo da panela de barro metade da cebola picada, 1 cenoura aos cubos e a língua. De seguida, cobre-se com a restante cebola, cenoura, o chouriço às rodelas, o bacon cortado em pedaços e o tomate esmagado. Rega-se com a marinada e junta-se o caldo de galinha caseiro.
Tapa-se a panela e leva-se ao forno a 200ºC durante 1 hora.


BEEF TONGUE IN TERRACOTTA PAN

Ingredients:
1 beef tongue
1 whole onion
1 whole carrot
1/2 chorizo
6 slices of bacon
1 large onion, coarsely chopped
2 diced carrots
1 bunch of parsley
3 bay leaves
1 sprig of fresh thyme
1 small can of tomato
2 cups of white wine
1 tablespoon paprika
1 glass of red wine
3 tablespoons olive oil
1/2 cup homemade chicken broth
salt and pepper to taste

Begin to cook the beef tongue, in a pressure cooker with water, salt, pepper, onion and carrot and 1 whole bay leaf for 20 to 30 minutes. After this time remove the skin and also remove any pieces of fat it may have and cut into 2 cm slices.
Put the beef tongue slices in a tray and season with the 2 wines, paprika, chopped parsley, salt and pepper, olive oil, bay leaf and thyme. Allow to marinate 2 hours in the refrigerator.
After this time, place in bottom of the terracotta pan half the chopped onion, 1 carrot diced and the beef tongue. Then cover with the remaining onion, carrot, sliced ​​chorizo ​, bacon cut into pieces and crushed tomatoes. Add the marinade and the homemade chicken broth.
Cover and put the pan in the oven at 200°C for 1 hour.


sexta-feira, 16 de Maio de 2014

Arroz de tamboril / Monkfish rice - Food Revolution Day

Hoje, quando passei pela peixaria para comprar peixe para grelhar, reparei num belo tamboril, muito fresco, que me lembrou logo de um delicioso arroz de tamboril. Não deu para resistir e lá veio este peixe comigo!
O truque para ficar um arroz bem saboroso, é fazermos o nosso próprio caldo de peixe com as espinhas do tamboril, e ervas aromáticas. Com paciência e com os ingredientes certos, obtemos um arroz de tamboril delicioso e aromático.

Esta receita é também a minha contribuição para o Food Revolution Day. Uma receita saudável, bem tradicional do nosso país e muito saborosa. Uma forma deliciosa de comer peixe!



Hoje, I went to the fish market to buy fish to grill, I noticed a beautiful, very fresh monkfish. It reminded me immediately of a delicious monkfish rice. I couldn't resist and I had to bring it home!
The trick to get a very tasty rice, is to do our own fish stock with the bones of the monkfish and herbs. With patience and the right ingredients, we get a delicious and aromatic monkfish rice.

This recipe is my contribution for the Food Revolution Day. A healthy recipe, very traditional in Portugal and very tasty. A delicious way to eat fish!




ARROZ DE TAMBORIL

Ingredientes:

para o caldo de peixe

espinhas do tamboril
caules de coentros
1 cenoura
1 cebola
1 raminho de tomilho
1,5 litros de água
sal e pimenta

para o arroz

2 chávenas de arroz carolino
1 lombo de tamboril arranjado (sem peles nem espinhas)
1/2 chávena de vinho branco
1/4 de pimento vermelho cortado em cubinhos
4 tomates médios maduros, descascados e partidos em cubos
1 colher de sopa de concentrado de tomate
1 cebola média finamente picada
1 dente de alho picado
150g de miolo de camarão
coentros picados
3 colheres de sopa de azeite
sal e pimenta
1 pitada de pimenta caiena
1 folha de louro
caldo de peixe


Procedimento:

Começa-se por se fazer o caldo. Para isso basta colocar todos os ingredientes numa panela e deixar ferver em lume brando durante 30 minutos. Ao longo desse tempo, retirar a espuma que se forma.
Ao fim desse tempo, passar o caldo por um passador e reservar.

Num tacho, aquecer o azeite e refogar a cebola, o alho e a folha de louro até a cebola ficar translúcida. Deitar o tomate e o concentrado de tomate. Cozinhar durante 3 minutos em lume médio.
Juntar o arroz lavado e deixar cozinhar durante 3 minutos, mexendo com frequência. Deitar o vinho e quando este evaporar, junta-se a 4 chávenas de caldo de peixe. Temperar com a pimenta caiena e pimenta preta. Juntar o lombo de tamboril cortado em medalhões, tapar o tacho e deixar cozinhar em lume brando durante 10 minutos.  Ao fim desse tempo, ajustar os temperos, juntar o camarão e tapar a panela, apagando o lume. Deixar repousar durante 5 minutos. Servir, polvilhado com coentros picados.




MONKFISH RICE

Ingredients:

for the fish broth

monkfish bones
coriander stems
1 carrot
1 onion
1 sprig of thyme
1,5 liters of water
salt and pepper

for the rice

2 cups of risotto rice
1 loin of monkfish (without skins and bones )
1/2 cup of white wine
1/4 red pepper diced
4 ripe medium tomatoes, peeled and diced
1 tablespoon of tomato purée
1 medium onion, finely chopped
1 clove garlic, minced
150g of peeled shrimp
chopped coriander
3 tablespoons olive oil
salt and pepper
1 pinch of cayenne pepper
1 bay leaf
fish broth


Begin to make the broth. To do this just put all the ingredients in a pan and boil over low heat for 30 minutes. Throughout this time, remove the foam.
At the end of that time, strain the broth through a sieve and reserve.

In a pan, heat the olive oil and sauté the onion, garlic and bay leaf until the onion is translucent. Pour the tomatoes and tomato purée. Cook for 3 minutes over medium heat .
Add the washed rice and cook for 3 minutes, stirring frequently. Pour the wine and evaporate, then add 4 cups of fish broth. Season with cayenne pepper and black pepper. Add the monkfish loin cut into medallions, cover the pan and simmer over low heat for 10 minutes. At the end of this time, adjust the seasoning, add the shrimp and cover the pot, turning of the heat. Let stand for 5 minutes. Serve, sprinkled with chopped coriander.


quarta-feira, 14 de Maio de 2014

Bolo de chocolate vegetariano / Vegan chocolate cake

Não há nada como um bom bolo de chocolate! Principalmente quando é recheado com um creme delicioso de chocolate e coberto com uma cobertura cremosa também de chocolate. Mas a verdade é que geralmente isto implica muitas calorias, ovos, leite e natas.
E se eu vos disser que para além de não ter ovos nem leite, este bolo é extremamente fofinho, delicioso e se não disserem nada a ninguém, ninguém vai dar por nada. Para além de não ter nem ovos nem leite, este bolo é rico em fibras pois é feito com farinha integral e linhaça.
Mas chega de conversa, o melhor é verem a receita e não se esqueçam de experimentar! 

There's nothing like a good chocolate cake! Especially when it's filled with a delicious chocolate cream and topped with a creamy chocolate topping. But the truth is that it usually involves a lot of calories, eggs, milk and cream. 
What if I told you that in addition to not having milk or eggs, this cake is extremely fluffy, delicious and if you don't tell anyone, no one will notice. In addition to having neither eggs nor milk, this cake is rich in fiber because it is made with whole wheat flour and flaxseed. 
But enough with the chit chat, let's see the recipe and don't forget to try it!



BOLO DE CHOCOLATE VEGETARIANO

Ingredientes:

para o bolo:

1 1/2 chávena de farinha de trigo
1/2 chávena de farinha de trigo integral
1 1/2 chávenas de açúcar amarelo
1 colher de sopa de linhaça moída
5 colheres de sopa de cacau sem açúcar
1 colher de sopa de fermento em pó
1 colher de café de bicarbonato de sódio
1 1/2 chávenas de leite de amêndoa
1/2 chávena de óleo de coco
1 colher de sobremesa de sumo de limão

para o recheio:
100g de chocolate culinária
60ml de natas de soja
2 colheres de sopa de açúcar amarelo

para a cobertura:
3 colheres de sopa de leite de amêndoa
2 colheres de sopa de açúcar amarelo
50g de chocolate de culinária


Procedimento:

Pré-aquecer o forno a 180ºC e untar duas formas redondas, e polvilhar com cacau.
Misturar os ingredientes secos com uma vara de arames, numa tigela funda. Noutra tigela misturar os ingredientes líquidos e juntar aos secos, mexendo até se obter uma mistura homogénea.
Dividir a mistura pelas duas formas de bolo e levar ao forno durante cerca de 20 minutos.

Entretanto, prepara-se o recheio. Num tacho aquecem-se as natas e o açúcar amarelo até começarem a borbulhar. Retira-se do lume e junta-se o chocolate partido. Mexe-se até o chocolate derreter e se obter um creme aveludado. Deixar arrefecer por completo.

Para a cobertura, leva-se ao lume o leite de amêndoa com o açúcar até começar a ferver. Retira-se do lume e junta-se o chocolate partido em pedaços. Mistura-se até o chocolate derreter.

Quando o bolo estiver frio, colocar um dos bolos num prato e barrar com o recheio, que nesta altura deverá estar frio e bastante espesso. Coloca-se o segundo bolo por cima e cobre-se com a cobertura de chocolate. Decorar a gosto.



VEGAN CHOCOLATE CAKE
Source : Recipe adapted from the book " Vegetarian cuisine for those who want to save ," Gabriela Oliveira

Ingredients:

for the cake:
1 1/ 2 cup all-purpose flour
1/2 cup of whole wheat flour
1 1/2 cups of brown sugar
1 tablespoon of ground flaxseed
5 tablespoons unsweetened cocoa
1 tablespoon of baking powder
1/4 teaspoon of baking soda
1 1/2 cups of almond milk
1/2 cup of coconut oil
1 tablespoon lemon juice

for the filling:
100g semi-sweet chocolate
60ml soy cream
2 tablespoons brown sugar

for the frosting:
3 tablespoons of almond milk
2 tablespoons brown sugar
50g semi-sweet chocolate


Procedure:

Preheat oven to 180 ºC, grease two round baking pans, and sprinkle with cocoa.
Mix the dry ingredients with a whisk in a deep bowl. In a separate bowl mix the liquid ingredients and add to the dry, stirring to obtain a homogeneous mixture.
Divide the mixture evenly between the two baking pans and bake for about 20 minutes.

Meanwhile, prepare the filling. In a pan heat up the cream and brown sugar until they start to bubble. Remove from heat and add the chopped chocolate. Stir until chocolate is melted and you get a velvety cream. Allow to cool completely.

For the frosting, heat the almond milk with sugar until it starts to boil. Remove from heat and add the chocolate broken into pieces. Mix until the chocolate melts .

When the cake has cooled, place the cake on a plate and spread the filling, which at this point should be cold and quite thick. Place the second cake on top and cover with the chocolate frosting. Decorate to taste.






terça-feira, 15 de Abril de 2014

Crinkles de Páscoa / Easter crinkles

Em resposta ao apelo do grupo do Facebook "Vamos fazer bolachas", cujo tema eram as crinkles, fiz estas bolachinhas que, ao mesmo tempo, são uns ninhos de uns deliciosos ovos de Páscoa.
Esperava que elas ficassem mais redondinhas e não tão achatadas, mas de sabor ficaram deliciosas!
Ora aqui fica a receita:

In response to the call made by the Facebook group "Let's make biscuits", whose theme was "Crinkles", I made ​​these cookies, that are little nests for three little delicious Easter eggs. 
I expect them not to become so flat, but the flavor was delicious! 
Now, here is the recipe:






CRINKLES DE PÁSCOA

Ingredientes:
1 2/3 copos de farinha sem fermento
1/2 copo de cacau
1 1/2 colher de chá de fermento
1/4 de colher de chá de flor de sal
8 colher de sopa de manteiga à temperatura ambiente
1 copo de açúcar
1/4 copo de açúcar amarelo
2 ovos
1 colher de chá de essência de baunilha
mini ovinhos de chocolate
açúcar


Procedimento:

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Forrar dois tabuleiros com papel vegetal.

Numa tigela, misturar a farinha com o cacau, o fermento e o sal.
Noutra tigela, bater a manteiga com o açúcar e com a baunilha. Juntar os ovos, um a um e bater.
Adicionar a mistura de farinha e misturar.
Dividir a massa em bolas do tamanho de uma noz, passar por açúcar e dispor nos tabuleiros, bem espaçadas.
Levar ao forno durante 12 minutos. Retirar do forno e colocar de imediato 3 ovinhos de chocolate em cada bolacha. Quando as bolachas já estiverem frias, retirar do tabuleiro e guardar num recipiente hermético.





EASTER CRINKLES

Ingredients 
1 2/3 cups plain flour 
1/2 cup cocoa 
1 1/2 teaspoon baking powder 
1/4 teaspoon salt
8 tbsp butter at room temperature 
1 cup of sugar 
1/4 cup brown sugar 
2 eggs 
1 teaspoon vanilla extract 
mini chocolate eggs
sugar 


Procedure: 

Preheat oven to 180ºC. Line two trays with baking paper. 

In a bowl, mix the flour, cocoa, baking powder and salt. 
In another bowl, beat butter with sugar and vanilla. Add the eggs, one at a time and beat. 
Add flour mixture and mix. 
Divide the dough into balls the size of a walnut, roll in sugar and place on the trays the trays, well spaced. 
Bake for 12 minutes. Remove from oven and immediately put 3 small chocolate eggs on each cookie. When the biscuits are already cold, remove from the tray and store in an airtight container.

Copyright © 2014 As coisas da Mãe Sofia